Top 5 – “Devolve logo esse Oscar que não te pertence!”

Ai como eu adoro espalhar o veneno, ainda mais num tema como o de hoje, que envolve injustiças na maior premiação de cinema americano. E são tantas que eu parei de rever os vencedores no ano 1993, porque já tinha 10 na minha listinha. Então eu decidi me concentrar nos últimos 10 anos de premiação, até porque foram essas que eu assisti na televisão e me revoltei. A ordem de injustiça segue:

5. Julia Roberts (Erin Brockovitch – Uma mulher de talento)

julia roberts

A concorrência era: Juliette Binoche (Chocolat), Ellen Burstyn (Réquiem para um Sonho), Joan Allen (The Contender), e Laura Linney (Conte Comigo).

Sei que vai gerar controvérsias com meu gêmeo, já que ele é paga-pau dessa bocuda, mas não adianta, eu continuo clamando “Devolve, Julia! Devolve, que não te pertence”. E nunca vai pertencer, porque essa realmente foi a melhor atuação da dita cuja, o que não significa que só por isso ela pode sair por ai roubando estatuetas. Uma mulher de talento? I guess NOT. Tá, ela funciona pra filmes de comédia romântica, mas não vai muito além não. Das indicadas, quem merecia? Ellen Burstyn, fato! Primeiro caso chocante de Oscar roubado, vamos com nosso quarto lugar…

4. Roberto Benigni (A Vida é Bela)

benigni

A concorrência era: Nick Nolte (Aflição), Edward Norton (Outra História Americana), Ian McKellen (Deuses e Monstros), e Tom Hanks (O Resgate do Soldado Ryan).

Sim, o filme foi interessante a princípio, mas depois não ficou irritante? E não só o filme saturou como o próprio diretor-roteirista-ator-chatonildo-faz-tudo Roberto Benigni. Subir nas cadeiras pra ir buscar seu prêmio? Ai meu filho, classe, por favor! Até parece que veio do Brasil, e não da Itália, onde não se cria caso por um Oscar!! Affe… Não bastasse o showzinho, depois de receber o oscar de melhor ator, ele só fez filme merda! Imperdoável. Sempre ele, com aquela cara de paspalhão, com o mesmo humor. E sempre empregando a mulher dele em todos os filmes. Fora, fora, fora! E devolve o Oscar antes de bater a porta na sua saída.

Ah quem merecia? Pra mim ou Edward Norton ou Ian McKellen. Os dois são incríveis, os filmes foram ambos excelentes. Eu ficaria contente com qualquer um dos dois. Acho que mais pelo McKellen, porque já tem idade e currículo pra ter um Oscar no bolso.

3. Reese Witherspoon (Johnny e June)

Reese-Witherspoon

A concorrência era: Judy Dench (Sra Henderson Apresenta), Charlize Theron (Terra Fria), Keira Knightley (Orgulho e Preconceito), e Felicity Huffman (Transamerica).

Ai ai, Capeta, óbvio que eu queria que você ganhasse algo mais que medalha de prata, mas pra sua sorte tenho dois casos piores que o seu. Anyway… antes de mais nada já explico que minha melhor amiga acertou na mosca quando disse que a Reese Witherspoon é feia como um “Capeta chupando limão”, logo é assim que eu a chamo: Capeta. Voltando ao roubo em questão, o ano não tinha uma concorrência tão absurda não, mas Felicity Huffman em Transamerica arrasou! E olha que esse caso é como da Bocuda Roberts, foi a melhor atuação que já vi da Capeta, mas ainda assim fica no chinelo quando o assunto é ganhar alguma coisa. Isso capeta, faz a cara feia que quiser, mas DEVOLVE!

2. Gwyneth Paltrow (Shakespeare Apaixonado)

gwyneth

A concorrência era: Fernanda Montenegro (Central do Brasil), Cate Blanchett (Elizabeth), Emily Watson (Hilary e Jackie), e Meryl Streep (One True Thing).

Pra começar, qualquer coisa relacionada a Shakespeare Apaixonado deveria estar a quilômetros de distância de qualquer premiação. Acho que esse foi o Oscar mais fraco da história porque não só premiou muito mal os atores, como deixou um filme lixão como esse levar um monte de estatuetas, incluindo uma de atriz coadjuvante por um respiro da Judi Dench (a mulher não aparece mais que uma figurante). Mas a injustiça-mor foi essa sem sal da Gwyneth levar o prêmio de melhor atriz pra casa, porque isso ela certamente nunca foi, nem nunca será. A única vez que eu fiquei satisfeita com um trabalho dela foi em Os Excêntricos Tenenbaums, e só. No geral ela é uma coisinha insossa que depois do discurso choroso merecia uns tapas na cara, rs.

E não, não daria o prêmio pra Fernanda Montenegro. Pra mim a única concorrência mesmo estava entre a quase sempre excelente Cate Blanchett (nunca vou perdoá-la por ter feito Indiana Jones) e a incrível Emily Watson. No caso, eu daria pra Watson, porque ela está atuando absurdos como a musicista Jacqueline Dupree. Clap clap e estatueta pra ela. Fora, Gwyneth!

1. Halle Berry (A Última Ceia)

halleberryoscar

A concorrência era: Renée Zellweger (O Diário de Bridget Jones), Sissy Spacek (Entre Quatro Paredes), Judy Dench (Iris), e Nicole Kidman (Moulin Rouge!)

Nem tem graça essa ai ser a número 1 considerando até que existe comunidade no Orkut entitulada “Devolve o Oscar Halle Berry”, mas de qualquer maneira vale lembrar que eu fiquei tão puta quando ela ganhou, que desliguei a tv e fui dormir. Eu assisti A Última Ceia nos cinemas e *nunca* que eu ia imaginar que aquela atuação ia levar a de melhor atriz. NEVER! Tudo que a mulher faz é dar (no pior sentido) pro Ancião Enxuto (aka Billy Bob Thorton) e gritar que nem uma estereotipada “negona barraqueira”. Todo mundo diz que o Oscar foi que nem Copa do Mundo naquele ano: mais “roubado” impossível. Nunca um negro havia levado melhor ator ou atriz, e tudo bem o Denzel ganhar, porque ele um dia foi fodão, mas essazinha ai? Ah não! E ainda teve reclamação que pegaram a negra mais branca de Hollywood pra dar o prêmio.

Nunca dá pra agradar todo mundo. Mal posso esperar pro ano gay! Vão até recuperar o Oscar roubado por Crash e dar pro maravilhoso Brokeback Moutain. Vou sentar e esperar…

Ah, quem eu acho que deveria ter ganhado ao invés da “Mulher Gato” ai? Certamente Nicole Kidman por Moulin Rouge! Claro que depois ela virou uma pagadora de mico, mas esse foi o seu auge! Belíssima como Satine.

E por hoje é só pessoal. Agora tenho que voltar ao batente aqui, rs. Até o próximo Top 5!

5 respostas a Top 5 – “Devolve logo esse Oscar que não te pertence!”

  1. ola rafaela,
    adorei!!!!!!!!!!!!!!
    vc escreve muito bem, seu humor é cortante e inteligente…
    os comentários fazem a gente chorar de rir e ao mesmo tempo refletir sobre a falta de condições para avaliar artistas que, com certeza, poderiam estar no lugar desses personagens “tipos farsantes”…
    parabéns!!!!
    vou voltar sempre…
    bjks
    beth valentim

  2. Fil diz:

    Tantas concordancias, tantas discordancias. Ai, ai. Minha atuacao favorita da Capet… digo, da Reese ainda é Eleição, eu acho. Adoro aquele filme. Julia tava foda, talvez n merecesse pq a Ellen Burstyn tava foooooda em Requiem, mas ainda assim, AMEI qd ela ganhou, torci muito pra ela ganhar. Aquele Oscar eh dela com certeza. De resto, 3 iguais. Sooo Twins!

  3. Milton diz:

    O seu blog é ridículo, aposto que vc não vai deixar esse comentário ir pro ar…

  4. andre fonseca diz:

    um eu estarei ai

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: