Crítica (Literária) – Speak

speakVou dizer que estou feliz comigo mesma esse ano. Estamos em agosto e acho que já cheguei a 15 livros (sem figuras!) somente no ano de 2009. E no geral foram livros muito bons (exceção pra saga Twilight, he! Adouro pegar no pé da SM), como Síndrome de Portnoy, Foi Apenas um Sonho, O Grande Gatsby (só fui ler esse ano, acredita?), a saga de vampiros que inspirou a série True Blood (The Southern Vampire Tales), entre outros. Um desses outros livros eu comecei na sexta a noite e terminei sábado de tarde (rs). Trata-se de Speak da autora Laurie Halse Anderson.

Uma pena que eu acho que esse livro não foi traduzido para o português e por isso você só encontra importado. Tá, isso até mudaria a escolha de tema da minha crítica, se eu achasse que fosse fazer alguém comprar algum livro. Mas a maioria dos meus amigos (que são as pessoas que eu pentelho pra entrar e ler o blog) ou sabem ler em inglês ou não sabem ler at all e vão pensar “porque raios eu não escrevi sobre algo mais interessante que um livro”, rs.

Quanto a história, trata-se de um livro bem “adolescente”, mas esse fato não deve ser encarado de forma negativa. O livro é excelente, e com certeza faz diferença se lido na fase mais terrível da vida de muitas pessoas: o colégio. Seguimos a protagonista Melinda Sordino, que após um evento traumático perde todas suas amigas e começa um novo ano como o alien da escola. A linguagem é perfeita, e Laurie parece mesmo saber descrever como ninguém os conflitos de uma garota de 15 anos (ishi, já nem lembro se é essa mesma a idade dela… mas who cares?), que não consegue se comunicar com sua família, seus professores e muito menos com alguém do seu colégio. A única maneira que ela parece encontrar de se expressar é a arte. A arte de desenhar uma árvore por 360 dias…

O livro deu tão certo nos EUA que ganhou diversos prêmios (não me pergunte quais), é ensinado em algumas instituições educativas, mas o que mais importa é que virou filme! Isso mesmo, virou filme (selecionado em Sundance! Wow!). E pra ficar mais pop conta com uma novíssima Kristen Stewart (a nova Shane, do post anterior, e, também, a chatonilda do Twilight)! Eu vi o filme antes de ler o livro e posso dizer que é uma adaptação muito fiel e merece seu crédito. Vou deixar o trailer aqui no final do post caso alguém se interesse em procurar o filme. Mas nem me pergunte que eu não passo o link legal de megaupload pra baixar aqui.

Livro e filme na categoria “recomendados”! Começaria pelo livro se fosse você, mas se for preguiçoso(a), vá direto ao filme e me diga o que achou… NOT! rs

3 respostas a Crítica (Literária) – Speak

  1. ftostes diz:

    Livro sobre uma menina numa High School que não é popular… zzzzzzzzzzzzzzzzz. Really, amore? E ainda virou filme com a Bella de Crepúsculo, mal posso esperar pra vzzzzzzzzzzz……

    brincadeira, vou tentar assistir. rsrsrs

    “Mas a maioria dos meus amigos (que são as pessoas que eu pentelho pra entrar e ler o blog) ou sabem ler em inglês ou não sabem ler at all” – Pelo menos os que n sabem ler, n entram no blog, né? Quem são? o bebezinho de uma amiga da sua mãe? Um cachorrinho? =P

  2. mas eles entram pelas figuras! rs
    o separados no nascimento é mto auto-explicativo! hahaha

  3. Little Puppy diz:

    Woof.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: