Top 05 – Viagens (boa viagem, Fil!!)

Olá, wicked psychos! Como bom step brother (or not!) eu me juntei a equipe aqui para dar um apoio na ausência do nosso querido brother. Por sinal, quero muitos presentinhos canadenses e nova iorquinos pra compensar a minha presença (não, povo, hoje em dia nada é de graça). E o pior de tudo é que eu nunca escrevi em blog, então sabe como é, se ficar esquisito é a idéia. Mas vou me acostumando, é divertido escrever um pouquinho, especialmente se é pra destilar um veneninho. Vocês sabem que a gente adora! Mas como esse é um top feliz e comemorativo, vamos a ele. Lembrando que sobre viagens tem vários filmes ótimos que nem coloquei porque nem lembro mais direito, tipo Thelma e Louise. Eu vi há tanto tempo que acho que era desleal colocar na competição. A idéia do top foi boa até pra pensar em revê-lo.  Façam o mesmo! Ou o Pequena Miss Sunshine, que como a sis já falou, não vou repetir, porque vai parecer que eu colei!

5. E sua mãe também (Y Tu Mamá También, 2001)

A primeira vez que fui ver esse filme nem achei q ia ser grandes coisa, e me surpreendi completamente. A idéia é bem simples: dois amigos que vão com uma desconhecida em busca de uma praia. Podia ser qualquer coisa, mas como é um filme do Cuarón, com a Maribel Verdu, Gael Garcia e Diego Luna, deu no que deu.  O que você quer mais que gente bonita viajando e fazendo sexo pelo México? Ta bem demais ne? E tem cenas ótimas (e por ótimas entende-se sexo mesmo, meu povo) e acho muito sensível e bonito. E com uma cena pré-final que agrada muita gente rs. Não pode contar muito se não vai fazer spoiler pra quem não viu, mas assistam! Vai esse no quinto lugar pra trazer good sex vibrations pra viagem do nosso twin.

4. Encontros e Desencontros (Lost in Translation, 2003)

Ok que é um filme que divide opiniões (antes até achava que não, mas conheci várias pessoas que odeiam). Um absurdo, especialmente porque é o filme de estrelato da Scarlett Johansson, e só isso já é notável. Eu me senti exatamente numa viagem sem entender muita coisa em volta – hum… será isso que incomoda algumas pessoas? rs Mas acho que isso mesmo que é bom no filme, se transportar pro lugar com os personagens, e se sentir um pouco perdido também. E nada melhor pra se sentir fora do comum do que o Japão. E com cenas hilárias, como Bill Murray gravando o comercial de uísque ou no elevador, ou as bonitinhas, quase todas entre ele e a Scarlett, e o sussuro final.  Muito bom!

3. Transylvania (Transylvania, 2006)

Para os que não conheciam ainda, esse filme já deu as caras aqui em outro top. Quando eu assisti a sensação que eu tive foi de querer fazer a mesma coisa (e ainda quero): largar tudo, viajar e viver em outro lugar. É quase ser outra pessoa, ter outros costumes, sentir as coisas de outra forma. Muitos pontos pro filme por isso. Ainda tem a Asia Argento (favoritinha minha e da sis) que está atuando absurdamente bem. Um filme desconhecido, excelente e que merece ser descoberto. Traz uma sensação única ao assistir. Então, aluga logo esse negócio porque é a segunda vez que a gente está falando dele aqui.

2. O Mágico de Oz (The Wizard of Oz, 1939)

Não resisti a tentação de homenagear o Fil com esse filme no top. Alem do que eu também adoro. Confesso que foi um filme que precisou me conquistar, mas não demorou muito. Que o diga quem fica muito tempo perto de mim no trabalho… com certeza já me ouviram cantarolando “We’re off to see the wizard”. É bom demais. E rever o filme sempre me lembra como é mágico e bem realizado mesmo sendo de 1939! A mensagem é muito bonita e é cheio de ícones do cinema que se você ainda não conhece está mal de cultura cinematográfica, não vou te enganar não. É muito bom pensar que tem uma estrada de tijolos dourados pra gente seguir também, especialmente se for cantando. E é sempre bom lembrar que ainda tem o Wicked pra ler, que parece ser bem interessante (pra quem não sabe, a história da Bruxa, que virou até musical da Broadway). Prata pra Dorothy (e pra Judy, queridinha do Fil).

1. 2001: Uma Odisséia no Espaço (2001: A Space Odyssey, 1968)

Literalmente, a maior viagem do cinema. Com o maior FF da história, saindo da idade da Pedra pra 2001. O filme é realmente uma viagem inesquecível ao conhecimento do ser humano (ou não, depende da sua interpretação por negócio, e podem ter várias, o que torna o filme mais único). No meio de tudo ainda temos o HAL, que é um robozinho bem wicked… Pra ver e rever sem contar quantas vezes, e sempre apreciar a incrível união da musica e do espaço, com os cenários incríveis, e o monólito misterioso. Sem falar do final, que acho um dos melhores finais de filme da história (nesse que talvez seja o melhor filme do Kubrick pra mim).  Ouro pro mestre!

9 respostas a Top 05 – Viagens (boa viagem, Fil!!)

  1. Clap clap clap! Aeeeee, finalmente meu step Twin se pronuncia. E adorei as escolhas… Mas neeeeeeeeeeem passou pela minha cabeça o 2001. Siniiiiiistro demais esse filme. Hal é o wicked-mor. Me-do!

    E no final com o seu FF (fastfoward) eu fiquei com uma cara de interrogação pensando “o mais fanfic da história?? cuma??” hahahahaha

    Adorei! Ainda mais pq Transylvania é o que ha (assim como Asia Argento, digníssima da minha vida).

    =D

  2. Marcela diz:

    aeeee, musical no top 5 (q não é de musical hehehehe), gostei do novo wicked twin!

    e spoiler free tb, mto bom, pq só assisti 2 da lista e fiquei morrendo de vontade de ver os outros hehehe

    ^_^

  3. Zuzu diz:

    Ahh, adorei esse tema! EU QUERO UMA VIDA ROAD MOVIE!

    5- Eu lembro que assisti esse filme pela primeira vez de madrugada na FOX. Amei, amei, amei. O roteiro é ótimo, adorei o modo como constrói as relações dos personagens entre si e com suas respectivas realidades através da narrativa seca em OFF. E tem toda aquela coisa de filme latino, ai ai…

    4- A primeira vez que assisti eu odeiei. A segunda eu gostei e a terceira eu amei. Então não sei se foi a trilha, a personagem do Bill Murray que cresceu em mim ou isso de se sentir perdido no filme também, como o Step Twin falou, que não bateu muito bem com o primeiro momento em que assisti.

    3- Tá, eu meio que dormi nesse filme, mas porque eu eu tava MUITO CANSADA, OK?!

    2- Ah, O MÁGICO DE OZ! Nem precisa dizer nada, né? Achei criativo escolher esse filme pro tema. Fugiu bem do lugar comum.

    1- Fugiu mais ainda do lugar comum! Nunca pensaria em por esse filme nessa tema. Mas achei super válido. Boa, Step Twin! Seja super bem vindo.

  4. Sista PB diz:

    Olha, eu continuo achando que Into The Wild deveria ter entrado! Absurdo nenhum dos dois twins terem colocado esse filme!
    Rodrigo, honey…looking foward pra ler mais coisas suas. Aliás, o seu top 5 ficou melhor do que o da baixinha! =)
    Mas não se engane: SÓ EU POSSO CHAMAR A COTOQUINHO DE SIS! hehehe!

    Beijinhos pros dois!
    E dá-lhe Step twin!!!😉

  5. steptwin diz:

    Eu nao vi Into the Wild ainda =/

  6. Já disse, não coloquei pq o Fil ia ficar bolado. Ele já tava dizendo que ao sobrevoar a amazônia ele já conseguia imaginar a Fátima Bernardes anunciando “Cai um avião na Amazônia, e não ha sobreviventes” ou qualquer coisa assim.

    Imagina se eu ia colocar o filme aqui. Ele ia ter um treco! rsrsrs

    E continuo defendendo Garden State. Eu gosto do filme e vai ficar sempre no meu 300+ ou 400+ hihihi

  7. Ah, e eu sou uma das pessoas que ama Lost In Translation. Não entendo esse povo que não gosta. Mas se não me engano, o Fil é um dos que achou o filme fraco… Go figure!

  8. Wicked Brother de ferias no canada diz:

    Minha mala foi extraviada e tenho certeza que foi culpa do Wicked HAL.

    rsrsrs

    bem, pelo menos nao cai na amazonia.

  9. Wicked Brother de ferias no canada diz:

    Ai, eu sou o chato que odeia Lost in Translation PORQUE eh estrelado com pela Puta Johanson. Tambem acho incrivel que ela seja a protagonista, qq dia desses colocam uma porta e mandam atuar. Se fizerem um remake de mulher invisivel lah, ela vai ser a equivalente a altura.

    Y su mama tambien – thanks pelas good vibes “do a three some in your trip”. I`ll remember that. e eu adoro esse filme.

    O magico de Oz eh incrivel, talvez fosse meu ouro. snif… Tb amo Into the Wild, just like PB, mas nao eh o espirito da minha viagem. Tambem gosto muito de Central do Brasil e Diarios de Motocicleta. Talvez esse ultimo entrasse no meu…

    To indo visitar um estudio aqui em Toronto. Bjsss

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: