Um pouco de Judy para eternidade…

Ok, esse certamente é um post que devia ser escrito pelo Fil, então não vou ter pretensão de saber o que ele sabe sobre a diva, e vou me ater a simplesmente dar um gostinho de nossa querida Wicked Judy (Garland) que ontem me entreteve num filme sem muita história, mas que ainda assim me deixou fascinada pela ex-menina Oz do vozeirão que tanto me encantou esse ano.

Certamente uma das maiores, se não a maior diva de todos os tempos, Judy passou de child star, da  época em que a Metro Goldwyn Mayer torturava seres pequenos e inocentes, a grande estrela de Hollywood, que desceu a ladeira, fez seu comeback e morreu de overdose acidental de medicamentos para dormir. Depois dela, as leis que protegem os menores na industria do cinema começaram a entrar em vigor, mas nossa diva não deu sorte. Além de uma mãe que não sabia administrar seu dinheiro, contava com 72hrs de trabalho a base de anfetaminas e remédios para dormir. Um verdadeiro show de terror.

Ainda assim Judy deixou pra trás um legado de músicas esperançosas, emocionantes, e repletas de um talento único. Por isso resolvi fazer o post e deixar algum vídeos com seus sucessos que figuram minha lista de “Top tops Judy moments”, e olha que nem vi todos os filmes, mas conheço os momentos de tanto ouvir Mrs Garland no iTunes. Espero que gostem…

. The Trolley Song (Meet Me in St Louis)

obs: Essa cena aparece no filme de Sex and the City.

obs idiota: assisti ontem o filme pela primeira vez. Feel good movie with Judy!

. For me and my gal (For me and my gal)

obs: Aqui temos Judy e Gene Kelly. Ela foi uma das poucas a dançar com Gene e Fred!

. Get Happy (Summer Stock)

obs: Talvez minha música “animadinha” preferida de Judy. E não, nunca vi Summer Stock. Preciso de um intensivo com Fil.

. The Man That Got Away (A Star Is Born)

obs: Se o Fil fizesse um top com os Oscars mais roubados da história, esse provavelmente levaria o ouro. Essa música é absurdamente linda.

. Somewhere Over the Rainbow (Wizard of Oz)

obs: Não tem música ou momento mais clássico que esse, tem? Nas palavras da diva herself: “As for my feelings toward “Over the Rainbow”, it’s become part of my life. It is so symbolic of all my dreams and wishes that I’m sure that’s why people sometimes get tears in their eyes when they hear it”.

Depois faço um top com os melhores “covers” de Judy… porque existem vááárias versões também lindas, que certamente não fizeram Judy se revirar no túmulo.

4 respostas a Um pouco de Judy para eternidade…

  1. ftostes diz:

    Tenho uma relação toda estranha e especial com a Judy… algo nela me emociona, não importa muito o que ela esteja falando ou cantando. No The Man That got away, uma das músicas mais lindas que ela já cantou, o personagem Norman Maine mal conhece Judy, eles não estão apaixonados, homem nenhum got away naquele ponto, e ainda assim ela canta de um jeito tão profundo, tão lindo, que já dá vontade de chorar. Mesmo que seja apenas por uma canção. É lindo demais. Somewhere over the rainbow é foda, uma das maiores canções da história, e Judy fez por onde. Tão inocente, tão inexperiente, cantando coisas tão grandes. Get Happy, embora eu adore esse vídeo, é de um filme que eu nunca assisti da Judy, Summerstock tá na minha lista. Mas na biografia eles comentam que depois de uma época meio turbulenta, do nada ela apareceu super magra e bem disposta e gravou esse número que entrou pra história da carreira dela. For me and my gal, do filme que comprei esse ano, é linda demais. Talvez meu dueto favorito dela, o filme é bacana tb. E the trolley song é tão despretensiosa…. Caramba, é uma música sobre um bonde!!! Mas é tão boa… o filme é fofo demais. Adoro tb o Have yourself a merry little christmas, desse filme tb. Judy, minha female in the threesome. snif

  2. Eu ia com Have Yourself a Merry Little Christmas, mas achei que tava mto “down” nas músicas. Resolvi colocar o Trolley Song como representante do filme, e porque a música virou um sucesso absoluto antes mesmo do filme estreiar. E sobre um BONDE! rsrs

    Precisamos então ver Summerstock juntos, vamos? Inédito pros dois, algo raro, já que vc é meu Judy-guy.
    🙂

  3. Fernando diz:

    Adoro Judy!!
    Sem dúvida uma das maiores cantoras de todos os tempos. A interpretação de The Man That Got Away é divina, na verdade, não há palavras para definir; emociono-me toda vez que escuto essa gravação e não por causa da letra, mas por causa da interpretação de Judy!

  4. Oh my God…nem sai o que falar,eu amo tanto a Judy,ela é tão especial para mim e eu a acho a melhor artista de todos os tempos,não só por ela atuar,cantar e dançar lindamente,mas por conseguir fazer tudo isso mesmo com tanto sofrimento de uma forma brilhante,para mim depois dela só haverá ela mesma,os filme que mais gosto dela são O Mágico de Oz,For Me and My Gal e Summer Stock.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: