Crítica – Deixa ela Entrar (Låt den rätte komma in, 2008)

Quando eu pensava que estava saturada de vampiros (não, nunca poderia pensar isso tendo Alexander Skårsgard prometido nudez na próxima temporada de True Blood), eis que surge “Deixa ela entrar” do sueco Tomas Alfredson (que vai dirigir The Danish Girl, que já comentei aqui). O filme já vinha muito bem falado lá de fora, e antes mesmo de chegar por aqui os americanos já tinham garantido um remake nos padrões hollywoodianos. Eu diria que não faz sentido, mas obvio que faz, alguém vai ganhar muita grana fazendo isso.

Voltando ao filme, o enredo conta a história do garotinho Oskar (12 anos, mas pra mim é garotinho), que é saco de bancada e brincadeiras maldosas de outros pentelhos de sua turma. É brincando sozinho, imaginando sua vingança contra os colegas de turma, que ele conhece Eli, aparentemente uma menina de 12 anos e alguma coisa, que a pouco se mudou para o apartamento ao lado. Com o desenrolar da história vamos percebendo que não é muito por ai: Eli é uma vampira de sabe-se lá quantos anos que de vez em quando não consegue “evitar” e precisa matar pra viver.

Pra mim os grandes trunfos do filme estão no roteiro, na construção dos personagens, nas atuações dos pequenos Kåre Hedebrant (Oskar) e Lina Leandersson (Eli – incrível a sensibilidade dessa menina) e na direção sensacional de Tomas. A maneira como ele escolhe contar a história, revelar o desabrochar desse intenso amor incondicional, ocultar o sensacionalismo, e confundir os sentimentos dos espectadores, faz desse filme, pra mim, um dos melhores do ano. A cena quase-final, da piscina, é chocante! Fica na cabeça, acreditem.

Nota: 10,0

Amanhã, estamos de volta com mais um top 5 de fechamento de ano. Até!

2 respostas a Crítica – Deixa ela Entrar (Låt den rätte komma in, 2008)

  1. ro diz:

    Ahhhhhhhhhh
    eu sabia que vc ia gostar do filme!!😉

    Eu adoooorei🙂
    admito que tava meio com medo dessa ” vampirada”
    toda que invadiu os cinemas, mas…

    achei tão sensivel
    tão triste e bonito…
    até a trilha sonora é bacana
    pra mim, foi óoootemo
    eu recomendo!

    e o mais engraçado é que a menininha (vampira) é
    a cara da filha da minha amiga…
    … me deu até medo!! rssssss

    mas imagine só, queria ver quem ia mexer comigo…
    … cabeças iam rolar
    rssss

    bjos
    Ro.

  2. ftostes diz:

    Ainda nao vi, mas tá na listinha… rsrs

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: