Top 5 – Remember when they were good: Nicole Kidman

Como o Fil já explicou, cada um ficou com uma metade da laranja desse ex-super casal de Hollywood. Tenho que admitir que eu achava e Nicole detestável e não conseguia entender o que Tom Loser fazia com ela, na época. Mas depois da separação fiquei completamente apaixonada pela Nic e comecei a ver nela a grande atriz que *era*, a estrela, e como brilhou pós-divórcio, não demorou nem dois anos pra garantir o Oscar que seu ex-marido jamais conseguiu alcançar. O problema é que depois de uma ascensão meteórica, de um talento absurdo, ela caiu. E como dizem, quanto mais você sobe, maior vai ser a queda. Uma pena… Acho que foi tanto botox, que subiu pro cérebro e afetou a coitada, tanto na escolha dos filmes, como na atuação, que chega a ser “vergonha alheia” muitas vezes. Mas vamos ao top, porque relembrar é viver!

5. Um sonho sem limites (To die for, 1995)


Eu ia colocar De olhos bem fechados como o início do movimento “Nic is goooooood”, mas não dava pra deixar esse filme passar. Mesmo com todo o desprezo que tinha por ela, na época, tive que dar o braço a torcer e admitir que sua interpretação como a pirada Suzanne Stone Maretto é impecável! O mais curioso é que no livro de Joyce Maynard, a personagem diz que gostaria de ser interpretada no cinema pela “nova mulher do Tom Cruise”, que na época era ninguém menos que Nicole Kidman herself. Então desejo realizado, o queixo de todos foi ao chão, com uma performance tão perfeitamente afetada que desbancou a Perv-Nic de De olhos bem fechados.

4. Os outros (The others, 2001)


Eu lembro até hoje que fui ver esse filme no Fetival do Rio, numa época que eu era nova, ainda tava no colégio e não tinha amigos nerds como eu que viam 4 filmes por dia no Festival (não que eu consiga fazer mais isso, devido ao trabalho do dia-a-dia e a preguiça da “idade”). Mas foi realmente divertido ir até a tão distante Ipanema (rs) comprar um ingresso pra sessão da tarde, dar de cara com o letreiro “LOTADO” e ter que pedir autorização pros pais pra ver a sessão de 22hrs, que ainda tem ingresso disponível. Mas valeu a pena! O filme é sombrio, dei gritinhos-gays no escuro, e achei Nic brilhante no papel de Grace Stewart.

3. As Horas (The Hours, 2002)


Esse é um dos filmes “queridinhos” desse blog, como vocês já devem ter reparado. O Step Twin fez um post lindo das quotes pra eternidade que esse filme gerou, e são muitas. O sucesso do filme brota das atuações brilhantes de Julianne Moore, Meryl Streep e… Nicole Kidman, grande vencedora do Oscar de 2003, por este papel onde vive Virgínia Woolf nariguda. Mereceu? Não. Pra gente ela deveria ter ganhado no ano anterior, pelo filme nº1 dessa lista, e ter deixado esse pra Julianne Moore por Far From Heaven. Ainda assim, inesquecível (o que é a narração dela no final? Arrepios…).

2. Dogville (2003)


Quase, mas quase que essa interpretação, por esse filme maravilhoso, pegou a medalha de ouro e saiu correndo. Também me lembro de ver esse filme no cinema e como eu fui ficando puta, putassa, putaralha da vida com o que aquela cidadezinha estava fazendo com aquela mulher. Eu queria matar todos, tacar fogo em suas casas, torturar aquelas crianças, fazer todos pagarem pelo que tinham feito. E o que acontece no final? MuaHUaHuahuhaUha (risada ultra malígna)… Exato. Preciso dizer mais?

1. Moulin Rouge – Amor em vermeho (2001)


Alguém tinha *alguma* dúvida de que esse seria o meu primeiro lugar? Bicampeão da vez não? Melhor beijo cinematográfico e melhor filme da Nic, acho que nunca antes isso aconteceu no Wicked Twins. Mas esse filme merece. Uma das maiores roubadas da história do Oscar, perdeu melhor filme pra depois Chicago ganhar, e Nic ficou pra trás pra dar lugar a nega-maluca-xiliquenta da Halle Barry. O ano do Oscar negro, alguém (não) se lembra? Uma pena, pois o filme marcou o revival dos musicais, de uma maneira nunca antes experienciada. Porque assistir Moulin Rouge no cinema É uma experiência! Acho que toda nossa geração sabe cantar o Elephant Love Medley. Sem contar que foi meu record de vezes no cinema. Não vou contar qual foi pra não ser considerada ainda mais freak pelos coleguinhas né?

Até a próxima garotada. Bom brincar com vocês! rs

7 respostas a Top 5 – Remember when they were good: Nicole Kidman

  1. Ana diz:

    Rafa, esse comentário sobre o Dogville é tudo! Eu senti a mesma coisa e terminei de ver o filme com um sorriso apaziguado nos lábios.

    Dez!

    Beijo

  2. Julie diz:

    Isso me lembra que ainda tem muitos filmes bons que eu ainda não vi… por pura preguiça mental… beijosss

  3. ftostes diz:

    Ai, 5 filmes fodas. Amo todos eles. E pensar que o De Olhos bem fechados nem entrou. mas tá certo, 5o lugar pro van sant. Bons diretores, né?

    Bjss

  4. Pit diz:

    Meu top da Nicole é um pouco diferente.
    5 – De olhos bem fechados
    4 – Dogville
    3 – Os outros
    2 – Moulin Rouge
    1 – As Horas

  5. euzinha diz:

    Moulin Rouge é o melhor filme que eu já assisti.
    Mas as músicas dão de 10 a zero em qualquer outro musical…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: