Top 5 – Melhores Atuações Masculinas da década

Então, essa semana a divisão ficou assim: Eu falo das atuações masculinas da década que se passou (2000 a 2009) e a Wicked Sis falará das femininas. Isso porque ela é injusta e me privou de falar das divas que tanto gosto. Mas tudo bem, vou colocar minha máscara de crítico de cinema muito culto e cheio de coisas a dizer e falar sobre algumas das maiores interpretações masculinas dos últimos anos. Comecemos bem, por um filme espanhol:

5- Javier Bardem – Mar Adentro (2004 – Alejandro Amenabar)

Em primeiro lugar, quero dizer que uma grande atuação diz muito sobre o seu diretor, quase tanto quanto ao ator, e acho esse um desses casos clássicos. Amenabar (que já tinha feito Os Outros e Abra los Ojos, o Vanilla Sky original) fez um filme lindo, reflexivo, e Javier foi mais do que apenas a cereja do bolo, ele é o bolo inteiro. O filme se sustenta na atuação dele, e devido a sua grande eficiência, torcemos pra ele morrer e sofremos com isso ao mesmo tempo. Javier podia ainda estar nessa lista facilmente com Onde os Fracos não tem vez, Vicky Cristina Barcelona, Segunda-Feira ao Sol, e Antes de Anoitecer, fora as grandes atuações da década anterior, na fase Almodovar dele, mas perdeu uns pontinhos com Amor nos Tempos do Cólera (blaaaaargh (som de vomito)) e As Sombras de Goya (Blaaaaaargh).

4- Daniel Day Lewis – Sangue Negro (2007 – Paul Thomas Anderson)

Mais uma grande atuação, em um filme com uma grande direção. Paul Thomas Anderson não apenas saber escolher bem seu elenco como sabe extrair o melhor possível dele. E quando colocam um dos maiores atores vivos nas mãos dele, o resultado é Sangue Negro, um dos melhores filmes que eu vi na década passada, e meu favorito no Oscar daquele ano. Day Lewis tava visceral, me dava medo, e ainda assim uma certa atração de tentar desconstruir um personagem tão foda. Infelizmente, a década dele foi isso (porque eu odeio Gangues de Nova York, e Nine… bem, é Nine, gosto, mas longe de qualquer top da década). Ganha pontos por não ter feito nenhum Transformers ou qualquer lixo que o valha no meio do caminho.

3- Sean Penn – Sobre Meninos e Lobos (2003 – Clint Eastwood)

Mais um grande diretor trabalhando com um grande ator. E aqui eu coloco quase um empate técnico com o Harvey Milk que Sean Penn fez brilhantemente. Ambas me tiraram lágrimas, me arrepiaram, e me lembraram porque o cinema é foda, e virou grande parte da minha vida. Sean Penn é completo, é a arte de atuar pura, é foda demais. Também destaco dele na década passada Uma Lição de Amor (pai doente mental da Dakota Fanning) e 21 Gramas, mais um filmaço.

2- John Cameron Mitchell – Hedwig (2001 – John Cameron Mitchell)

Esse é um pouco mais fácil de falar. Ele só fez isso! Como ator, pelo menos. Como diretor, fez Shortbus, que é interessante em diversos níveis, mas não se compara a Hedwig. Esse filme foi mais do que abordado aqui, todo mundo sabe que o amamos do começo ao fim, cantamos suas músicas, e idolatramos o seu roteiro. Mas tenho que dizer, John Cameron Mitchell me levou a um outro lugar com sua atuação. Me comoveu como nenhum outro (e isso inclui o primeiro lugar) e eu senti uma vulnerabilidade num filme como eu nunca tinha sentido. É perfeito!

1- Heath Ledger – The Dark Knight (2008 – Christopher Nolan)

Humm, esse com certeza não estará no top 10 das próximas décadas. Pensei muito se valeria a pena dar o ouro pra ele. Tirando o Coringa, ele fez coisas boas e coisas ruins. Eu tenho dificuldades em perdoar Four Feathers, O Patriota (a menos que você considere esse uma sátira aos filmes patrióticos americanos. Aí se torna engraçado), Casanova, Coração de Cavaleiro, ou até mesmo o Candy (que acabou se tornando uma piada de mau gosto pra quem morre de overdose, mesmo que de remédios). Mas a seu favor, tem I’m not there, que é bem legal, A Última Ceia (ok, ok, Halle Berry, devolve o Oscar, bla, bla bla, mas o filme é bom, e ele está bem no filme), e principalmente Brokeback Mountain. Heath entendeu Enis del Mar de uma forma tão linda, e sua construção é tão delicada, e sensível… dá vontade de chorar só de lembrar. Talvez esse tenha sido parte dos seus problemas, se entregar aos personagens tão sem limite, tão de cabeça, que isso deve pirar qualquer um. E acho que isso é o que faz um grande ator, é esse o material, você sentar por 2h numa cadeira assistindo a pessoa atuar, e em momento algum você pensar no ator, se envolver na história e aceitar que todos aqueles sentimentos e acontecimentos são reais. Enis e o Coringa tem isso em comum, Heath simplesmente desaparece, e em personagens totalmente opostos, me causando calafrios por razões extremamente diferentes. O Coringa transcende, é um psicopata magnético, não tem como não ficar fascinado. Heath vai fazer muita falta, mas uma coisa ninguém tira dele. A primeira década dos anos 2000 foi dele a maior atuação.

++++++++++

Destaco também algumas outras atuações, que não estão nesse top 5 simplesmente porque só cabem 5. Mathieu Amalric (O Escafandro e a Borboleta) não entrou porque só cabia um estrangeiro que passa o filme inteiro numa cama e ainda assim blow me away. Mas ele era meu sexto colocado. Philip Seymor Hoffman com Capote e Dúvida também foram fodas. Joaquim Phoenix em Johnny e June e Gladiador. Ed Harris em As Horas. Mickey Rourke por o Lutador. Robert Downey Jr com Trovão Tropical e Johnny Depp com o Capitão Sparrow e o Willy Wonka provaram que bons atores fazem milagres mesmo em filmes rasos. Felicity Huffman em Transamerica, Viggo Mortensen em Eastern Promisses, George Clooney em Amor sem Escalas, Emile Hirsh em Into the Wild, Casey Affleck em O Assassinato de Jesse James. Ok, devem ter muitos outros, mas já roubei demais colocando todos esses aqui. E vocês, quais gostam mais?

2 respostas a Top 5 – Melhores Atuações Masculinas da década

  1. Adorei amore! Não sei qual seria o meu top dos homens, mas o seu realmente ficaria parecido.

    John Cameron Mitchell meu amor-mor, merecidíssimo!

    E quanto ao Heith, acho que ele seria top 3 meu também, mas teria colocado ele como Ennis Del Mar, que pra mim é uma das atuações mais fodas que eu já vi. A do Coringa também. Realmente, o cara foi foda. Uma pena ter ido dessa pra uma outra (seja essa qual for).

    Não sei se consigo postar as mulheres hoje… Mas se não for hoje, posto amanhã!

  2. euzinha diz:

    ADOREI SUPER!
    Heth Ledger merece muitooooooooo o 1º lugar da sua listinha…
    Mas o johnny depp tá faltando…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: