Top 5 – Meus videoclipes preferidos

Quando eu abordei o tópico do Top da semana, meu parceiro de blog ficou um tanto quanto “assustado”. Segue a conversa que tivemos segunda-feira:

R: “Eu to com um top na cabeça. Pensei em postar Top 5 – Videoclipes

F: Nossa, esse é fácil, hein? Não quer restringir nem um pouquinho? Top 5 clipes Pop? Rock? Axé?

R: Não não, top 5 clipes EVAH!

F: Claro, pensaria por semanas no tema, me avisaria 5 mintos antes de postar e eu teria tempo 0 pra fazer um post elaborado, né? Muito bonito, sra Rafaela!
R: Então, to te avisando com antecedencia o tema! Você tem até quarta pra se decidir…
F: You’re still evil”.

Sim, eu sou… wicked.

E por isso decidi que era esse mesmo o tema da vez. Ainda que seja impossível dizer os 5 melhores clipes, assim como os 5 melhores filmes, ou as 5 melhores músicas. E ainda bem que é assim. Tudo o que podemos fazer é escolher os 5 que no momento nos parecem os mais dignos de serem publicados aqui. Eu mesma olho alguns tops antigos e penso como mudaria algumas coisas, ao mesmo tempo que consigo ver o porque *naquele momento* aquela escolha era legítima. Mas anyway, vamos ao meu top de clipes preferidos (com um sério problema de memória de peixe dourado…rs):

5. Radiohead – 2 + 2 = 5 (Clipe Não-oficial. Ilustrações por Gastón Viñas)

Com tanto clipe oficial pra postar porque raios eu escolhi um não-oficial? Simples, as ilustrações de Gastón Viñas são sensacionais, e ele se dedicou a “rabiscar” duas músicas do Radiohead que eu amo e que não entendo porque nunca foram transformadas em clipe. O cara é muito talentoso e sua arte é de provocar arrepios. Por exemplo, eu adoro clipes como Do The Evolution do Pearl Jam e Freak on a Leash do Korn, ambos possuem animações incríveis, mas ainda assim prefiro colocar o trabalho do Viñas aqui. Sem contar que eu queria muito algum clipe relacionado ao Radiohead. Os caras são muito bons em tudo o que fazem e isso inclui videoclipes como There There, Knives Out e No Surprises. Mas em todos esses, o protagonista é a coisa linda do Thom Yorke, então melhor ficar com essa animação fantástica pra música 2 + 2 = 5 do icônico cd Hail To The Thief.

4. Aerosmith – Crazy (direção de Marty Callner)


Muitos clipes foram marcantes na minha adolescência, desde Guns N’ Roses (minha banda preferida quando eu era psycho pelo Axl Rose), passando por Metallica (quase que o clipe One entrou aqui) e chegando na fase pop Spice Girls. Mas se eu tivesse que escolher *um*, e foi isso o que fiz nesse top, sem dúvidas seria um da trilogia Aerosmith com a Alicia Silverstone. E nada melhor do que Alicia + Liv, quando as duas ainda eram (muito) boas, com uma vibe lés (ah vai, Alicia vestida de homem, enquanto Liv faz pole dancing? Sem contar a cena da cabine de fotos…) e garotas rebeldes nadando como vieram ao mundo… Certamente um dos videoclipes mais marcantes pra nossa geração! Mereceu entrar aqui e representar minha fase rock n’ roll, ainda que eu tenha ficado bolada de não colocar outros clássicos dessa época por aqui.

3. Fat Boy Slim – Weapon of Choice (direção de Spike Jonze)


A idéia do tópico surgiu da minha saudade em assistir a esse clipe. Não sei porque me deu uma vontade absurda de rever e aprender a coreografia do Christopher Walken (brinks pra essa segunda parte ok? rs) e acabei até postando no Facebook comentando como integraria meu Top tops de videoclipes de todos os tempos. Puft! Idéia pro top, rs. Não é a toa que o clipe ganhou um catatau de prêmios e ficou em 1º lugar no Top 100 Videoclipes da VH1 em Abril de 2002. E palmas pro Spike Jonze (Quero ser John Malkovich, Onde Vivem os Monstros) que é o responsável pelos dois melhores clipes do Fat Boy Slim: Weapon… e Praise You, e ainda vai aparecer neste top uma segunda vez. Coisa que eu não queria, mas não deu pra evitar. Pra quem nunca viu, não deixe de assistir, esse clipe é uma delícia. Se ouvir no trabalho, cuidado pra não se empolgar e querer subir na mesa! Já vou avisando.
2. Blur – Coffee and Tv (direção de Hammer & Tongs)

Esse clipe mora no meu coração! E se você tem um, provavelmente no seu também. Sério, tem como não morrer de fofurice aguda com essa caixinha de leite gut gut? Eu gostava da música, era trilha de Segundas Intenções, era Blur e tal, mas nada podia me preparar pra esse videoclipe. Foi a coisa mais encantadora aquela coisinha branquinha e azul, com suas diferentes expressões faciais, percorrendo a cidade e se aventurando em situações que só ressaltavam minha vontade de entrar tela a dentro e esmagar aquela coisinha fofa. E no final, quando ele encontra a caixinha fêmea (?) e fica apaixonado? Sério, melhor clipe ever… não fosse o arrasa quarteirão que vem ai, rs. Acho que esse vídeo do Blur é meio que unanimidade, todo mundo gostava, tanto que em 2005 foi entrou na lista dos melhores videoclipes de todos os tempos pelo Channel 4. Pra relembrar:

1. Björk -It’s Oh So Quiet (direção de Spike Jonze)

Ou qualquer outro clipe da Björk basicamente, por isso quase matei o Fil ontem por comparar o clipe da mulherzinha a um clipe com estilo-Björk, rs. Acho que poucos artistas foram tão felizes nas escolhas de diretores para assumirem seus videoclipes quanto Björk, por que só assim pra explicar como ela lança um clipe foda atrás do outro. Eu poderia ter colocado qualquer um da parceria com Michel Gondry (rendeu 7 clipes fenomenais, incluindo Human Behavior, Jòga, Hyper-Ballad entre outros), e bem queria ter colocado um desses pra ilustrar o quanto amo o trabalho cujuntinho desses dois, mas o problema é que os vídeos que eu mais amo da Björk são Pagan Poetry (provavelmente o clipe mais polêmico dela, sob a direção de Nick Knight), e o escolhido da vez, It’s Oh So Quiet, dirigido também por Spike Jonze. Pra quem não conhece os clipes da Björk: Shame on you! Mas tudo bem, você pode começar a remediar agora, com minha medalha de ouro. Repara como a música embala o andamento do clipe, os planos, a coreografia, tudo! O sonho do Fil é ter um dia desses na “vida real”, rs.
Bônus: Placebo com Protège Moi (direção de Gaspar Noé)

Eu lembro da primeira vez que vi o clipe e como foi “wow”, sério, de outro mundo. Também, com o sem-noção do Gaspar Noé (Irreversível) na direção não podia dar outra coisa além de orgia, drogas e sexo não-simulado. Obviamente o clipe não está no Youtube, então quem quiser conferir do que se trata vai ter que “rebolar” pra achar, rs. Não vou ajudar não, mas fica a dica que é sensacional e poderia facilmente ter entrado aqui.

Agora é contar com o Fil pra postar Madonna, Lady Gaga e sabe-se lá mais quem que agitou o mundo dos videoclipes. Só acho que ele não vai colocar Michael Jackson e isso me deixa meio “Awwwww” já que o cara fez história com Thriller.

E quem quiser pode postar seu Top nos comentários. Manda ver!

11 respostas a Top 5 – Meus videoclipes preferidos

  1. ARGH! Vcs não fazem noção de quantas vezes eu tentei editar essa M**** desse post, mas nada funciona. Fica tudo grudado. ¬¬

  2. rafael diz:

    weapon of a choice é mesmo fantástico, mas eu prefiro aquele outro na porta do cinema (praise you?)
    eu gosto de i’m a slave for you, hahahaha sei lá, dá vontade de ficar suado com a galera, assim, just chillin, se esfregando… hahahahah
    e coffee and tv é muito fofo, mas não vou assistir agora porque tô no trabalho e eu sempre choro quando vejo esse clipe. brinks! (nem é brinks)

  3. rafael diz:

    aqui tá tranks a formatação

  4. jackie diz:

    amei rever crazy!! minha adolescencia foi otima por causa do clipe hahahahahahaha

  5. Dennis diz:

    it’s oh so quiet <3<3<3<3<3 nossa, tive 1 fase da minha vida q era essa musica o dia todo… mas foi dizer q sempre tive 1 implicanciazinha com o gondry, entao amei + ainda c ter posto o clipe do spike!!!

    • Depois eu meio que me arrependi pq ela e o Gondry tem uma parceria foda e eu não tenho implicancia não, amo ele❤.

      Mas It's Oh So Quiet é uma música foda, com um clipe foda. Merece a medalha de ouro!

      E amore, passei mal com seu comentário de "pudorismo tijucano" no post do Fil. huahauhuahuah

  6. ftostes diz:

    Eu amo vários dos seus clipes, e você claramente roubou na cara dura o Coffee and TV de mim. Snif

    Mas sempre que alguém fala em clipes me vem uma associação na cabeça tipo clipe>crazy>alicia silverstone>lesbica>Wicked Sis. Juro, são tipo fleshs que em segundos percorrem minha cabeça, tinha certeza que esse estaria no seu. Weapon of Choice e Its Oh So Quiet foi very Musical Monday de sua parte, Weapon tinha grandes chances de estar no meu. Já Bjork, sou hipnotizado pelo ursinho mesmo… fico fazendo graaaarl na frente da tv, meio MGM, meio Pequena Miss Sunshine.

  7. flora diz:

    Rafa excelente top 5!
    Crazy, Coffee and TV e o 1 It’s so quiet. Genial!

    :*

  8. dri diz:

    eu aqui, super entendida dos assuntos cinematograficos e musicalisticos, tenho a declarar que acho o clipe do crazy IRADO, o da caixinha muito fofo e triste e o do placebo Uuuui (os outros nunca vi). gostaria de acrescentar que boio solenemente nos comentarios das pessoas que aqui frequentam.. mas n importa! vim aqui so p fala q sinto um monte de saudadeeeeeeeeeee d vcs dois (rafuska e filgostosao – pq rodrigo n sei quem e)!!
    Beijocas amorecos!!!

  9. Johnny diz:

    esses videoclips sao geniais, eu vi hoje pela primeira vez weapon of choice e deu cvontade de reve-lo de novo e de novo e de novo e de novo e de novo …………

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: