Musical Monday – Promises, Promises

Bem, quem lê isso aqui, nem que seja de vez em quando, deve ter reparado que essa Wicked Family tirou férias e foi conhecer o mundo. Bem, eu na verdade, só vi praticamente o que eu já conhecia, mas vi com outros olhos, e a Wicked Sis está se aventurando por mares nunca antes navegados. Como ela é chique demais, vai demorar um pouco mais pra voltar. Enquanto isso, eu tento animar isso aqui um pouquinho, embora todo mundo saiba que não tem a mesma graça sem ela.

Então, quando estava em NY (sim, sou esnobe e adoro começar conversas com essa frase), pude realizar um sonho. Ok, é brega dizer isso demais, mas eu cresci assistindo Xuxa. Fora que como eu poderia chamar a sensação de conhecer Kristin Chenoweth em pessoa, ouvi-la cantar bem de pertinho, a poucos metros de distância? Não apenas cantar, como atuar, e muito bem, e depois, na saída, ela assinar seu livro-biografia, e até tentar falar 2 palavras em português? Admiro tanto essa atriz, então embora seja brega demais, e eu não sou uma pessoa tiete por natureza, posso dizer que fiquei muito feliz, uma pessoa muito mais leve e muito mais agradável de se ter ao lado depois de assistir Promises, Promises.

A peça em si não é nada demais… é quase bobinha. E a Kristin nem é a atriz principal do elenco. A peça é totalmente dominada por Sean Hayes, o Jack de Will and Grace. Essa foi sua estréia na Broadway e foi um perfeito veículo pro seu talento cômico. Diversas vezes eu percebia que o elenco ria de cacos que ele colocava, e ele decididamente dá conta do recado. Cantando ele é bem afinado, tem um tom de voz agradável, mas o principal é que ele consegue fazer com que o roteiro bobinho seja divertido. Seu personagem, um cara meio pateta, que empresta seu apartamento pros seus chefes levarem as amantes em troca de uma promoção no trabalho, até que ele se vê apaixonado por uma das amantes.

Mas por incrível que pareça, quem rouba a cena mesmo não é nem o Sean Hayes e nem a Cheno. Katie Finneran interpreta uma bêbada que dá em cima do personagem de Sean Hayes e quando ela está em cena, você até esquece que você comprou o ingresso esperando ver outros atores. Ela é hilária, e mereceu o Tony que ganhou. Pra quem pretende ir pra NY em breve e considerar assistir essa peça, corram, porque a Kate deve sair em outubro (tá prenha) e no lugar deve entrar a Molly Shanon, de Saturday Night Live.

No geral, a impressão que fica é que a peça é pequena pra quantidade de talento que tinha ali. O Sean, a Kristin e a Katie arrebentam, e as músicas são deliciosas. Mesmo! Mas a peça deixa um gostinho de quero mais. Ainda assim vale muito a pena ver. Por que? Bem, vejam esses vídeos e vocês vão entender…

Olha, ver isso ao vivo é impagável. Só isso já teria feito minha vida mais feliz, mas continua, e algumas são realmente inesquecíveis. i`ll never fall in love again é linda demais:

Detalhe que A house is not a home e I Say a little prayer (a próxima) foram inseridas só pra aumentar o personagem da Kristin. E ainda acho que ela merecia muitas músicas mais!

Promises, Promises vale muito a pena pela quantidade e qualidade dos talentos envolvidos. Não é a melhor peça da Broadway atualmente, mas certamente diverte e é uma experiência que eu gostei muito de ter tido. Gostei é pouco, aliás. Eu lembro exatamente de ter tido um dia MUITO ruim antes, e quando saí do teatro, pensar: Tudo valeu a pena. Nossa, tô brega hoje, né? Liga não, já já passa o efeito da alegria da viagem e volto a ser meu bitter self.

6 respostas a Musical Monday – Promises, Promises

  1. Marcelo Moreira diz:

    Phil!! Q feliz!! Parabéns pela viagem e por conhecer Cheno. Pessoalmente acho o texto bobinho, mas a qualidade das músicas e dos atores é impagável. Fiz até uma crítica no Musicais Brasil: http://musicaisbr.com/artigo/noticias-da-broadway-promises-promises/#more-724

  2. Marcela Dias diz:

    Queria ter estado lá com vc Fil!!!!!

  3. Rafinha diz:

    Amoreeeeee!!! Eu tb queria ter estado lá com vc, sentada do seu ladinho, ouvindo a Cheno. Quando to com mtas saudades suas por aqui coloco ela cantando Home. Lembro aempre de vc…

    E ano que vem me lwva pra NY e vai ver Broadway comigo😀

    Amei o post. Mais mais! Hihihi. Quando eu voltar, colocarei as series em dia pra postar coisas novas tb😉

  4. Anon diz:

    Gente, não é preciso apelar tanto na mistura de português e inglês. Ninguém se torna descolado só por encaixar expressões coloquiais americanas em frases (supostamente) em português. Termina estragando as ótimas postagens desse blog. Fica aí a sugestão.

    • Oi Anon,

      Obrigada pela dica, mas a idéia era a gente escrever como a gente fala. E infelizmente a gente fala madeinusa. Mas vc pode se juntar ao grupo que reclama da mesma coisa (né Poti?). Who knows? rs

      Abs!

  5. Brilliant blog, I had not come across wickedtwins.wordpress.com previously during my searches!
    Carry on the great work!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: